Alunos com deficiência têm primeiro contato com museu

Na tarde desta terça-feira (16), alunos do Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência tiveram pela primeira vez a oportunidade de visitar um museu. Os estudantes observaram as obras do acervo dos “100 anos da Pinacoteca no MUnA: encontro de acervos”.  A visita aconteceu no Museu Universitário de Arte – MUnA e contou com a participação dos pais e professores.

A visita ao MUnA se constitui como uma das ações práticas pedagógicas da escola, integradas aos objetivos, conforme conteúdo desenvolvido na disciplina de Arte em estudos, a respeito da História da Arte, vida e obras de Cândido Portinari. Assim como a valorização do fazer artistas, reflexão de arte e a oportunidade da apreciação enquanto espaço cultural. De acordo com a professora de Artes, Isabel Cristina Alves Pimenta Braga, a presença em um museu vai despertar ainda mais a apreciação da cultura e da arte nos alunos. “Vivenciar o que é falado em sala de aula é a melhor experiência que eles podem ter. Aqui os alunos potencializam o conhecimento da arte”, disse.

O diretor do Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência, Juliano Nazari, afirma que desde o ano passado a escola desenvolve o projeto de “Vivências Culturais”. Os alunos já tiveram a oportunidade de assistirem a filmes, visita em alguns eventos e agora o museu. Juliano afirma que muitos alunos não têm possibilidade no seu seio familiar de participar desse tipo de passeio. “Na escola, todo ano os alunos apresentam uma exposição dos materiais de pintura que eles mesmos produziram. Estar no museu é proporcionar que eles se espelhem nos grandes artistas e uma motivação ainda maior para que continuem produzindo diversos materiais artísticos”, contou.

O aluno Igor Soares Galvão tem 16 anos e nasceu com paralisia cerebral. A avó dele, Margarida Esteves, conta que o neto está muito feliz com as visitas e que agora ele sempre pede para fazer passeios assim. Dona Margarida também ressaltou que nunca tinha participado deste tipo de passeio, e que é uma oportunidade para que ela e o neto conheçam lugares e vivenciem outras experiências. “O Igor disse que a coisa mais feliz da vida dele até hoje, foi ir até a uma sala de cinema. Tenho certeza que ele também está gostando muito do museu. Ele está com o rostinho muito alegre”, comentou.

O Campus Municipal de Atendimento à Pessoa com Deficiência é uma escola da Prefeitura Municipal de Uberlândia que atende pessoas com deficiência intelectual severa. Os alunos possuem limitações no desenvolvimento motor, psicológico e cognitivo. Nesta quinta-feira (18), das 8h30 às 10h30, outra turma fará a visita ao museu.

Exposição
 A exposição “100 anos da Pinacoteca no MUnA: encontro de acervos” foi aberta em agosto e conta com mais de 60 obras de artistas do século XIX ao contemporâneo, tais como Auguste Rodin, Victor Meirelles, Pedro Américo, Almeida Júnior, Tarsila do Amaral, Candido Portinari, Lasar Segall, Eleonore Koch, Willys de Castro, Hélio Oiticica, Cildo Meireles, Amilcar de Castro e Regina Silveira. Com curadoria de Fernanda Pitta e Alex Miyoshi, a mostra reúne desenhos, gravuras, fotografias, pinturas, esculturas, objetos e videoarte. A exposição contempla também registros de artistas viajantes que integram a Coleção Brasiliana.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo foi fundada em 1905. O acervo conta com mais de 12 mil obras de artistas brasileiros e estrangeiros. As atividades concentram-se, especialmente, em dois edifícios (Pinacoteca e Estação Pinacoteca), no bairro da Luz, em São Paulo, com mostras nacionais e internacionais, seminários, cursos, palestras e ações educativas.

Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *