Uberlandense Cláudio Silva se machuca e está fora de confronto pelo UFC

Cláudio Silva UFC

Divulgação/MC Comunicação

O lutador Cláudio “Hannibal” Silva está fora do confronto de 28 de junho, na Nova Zelândia, contra o americano Neil Magny pelo Ultimate Fighting Championship (UFC). Ele levou uma cotovelada no olho direito durante um treinamento em casa, em Uberlândia, e foi diagnosticado com uveíte traumática, uma doença inflamatória que pode comprometer totalmente a úvea ou uma de suas partes: íris, corpo ciliar e membrana coróide. Cláudio ficará parado por no mínimo 15 dias, por conta do risco de descolamento da retina.

“Eu estava treinando com um amigo em casa, onde tenho um tatame, focado no combate e fazendo os últimos preparativos para a luta. Quando levei a cotovelada estava aquecido e só depois comecei a sentir dores e percebi que era algo sério. Fui examinado pelo médico e orientado a não treinar durante 15 dias, pois minha retina pode descolar e agravar a lesão”, disse o lutador.

Apesar da frustração de não poder fazer o segundo combate pelo UFC, depois da vitória contra o inglês Brad Scott em março deste ano, Cláudio Hannibal se diz pronto para mais este desafio na carreira.

“A minha continuidade no UFC depende da minha recuperação. Em duas semanas eu serei examinado novamente e darei continuidade ao meu tratamento em Londres, onde moro. É frustrante, pois estava bem preparado fisicamente e psicologicamente para a luta. Mas são coisas do esporte. Me machuquei, mas vou me recuperar e voltar ao octógono em breve para representar o Brasil e trazer vitórias para casa”, afirmou.

Inicialmente, a organização do UFC havia anunciado o combate entre o brasileiro e o australiano Richard Walsh, mas depois ficou definido que Cláudio Hannibal enfrentaria o americano Neil Magny. Por causa da lesão, Hannibal será substituído pelo também brasileiro Rodrigo Monstro.

MC Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *