Spencer Lee se despede do Banana Boat/Praia Clube

Spencer LeeA equipe Banana Boat/Praia Clube se despede nesta quarta-feira, 23 de abril, do técnico Spencer Lee. Na saída, o clube faz questão de classificá-lo como “um profissional de exímia e comprovada competência” e completa dizendo que o ‘até logo’ é um processo natural no esporte. “Mais do que uma despedida, esta mensagem é de agradecimento e reconhecimento a quem desde 2008 comandou com maestria a equipe do Banana Boat/Praia Clube. Spencer foi um exemplo de profissional, tendo contribuído para o desenvolvimento do Praia Clube e, consequentemente, do vôlei nacional.”

Spencer Lee conseguiu excelentes resultados para o Vôlei de Uberlândia. Em seis temporadas, conseguiu chegar cinco vezes às quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei. Além disso, foi bicampeão da Liga Nacional de Vôlei, Tetracampeão dos JABs (Jogos Abertos Brasileiros), Vice-campeão do Top Volley (Suíça), Bicampeão dos JEBs (Jogos Escolares Brasileiros), Tetracampeão Brasileiro de Seleções pela Seleção Mineira, Bicampeão Mineiro Adulto, Tetracampeão Mineiro Infantojuvenil e Tetracampeão Mineiro Infantil.

Ricardo Picinin

Ricardo Furtado de Mendonça Picinin assume o comando da equipe do Banana Boat

“A Spencer, desejamos muito sucesso em seus novos projetos. Que por onde passe, continue com seu carisma e com sua personalidade estimada. O Praia Clube sempre terá muita gratidão e admiração a esse profissional que já marcou seu nome e engrandeceu a história desta instituição.”

O Banana Boat/Praia Clube será comandado a partir de agora por Ricardo Furtado de Mendonça Picinin, técnico com passagens por Minas Tênis Clube e Mackenzie Esporte Clube, ambos de Belo Horizonte. Atualmente, Ricardo Picinin comanda a Seleção Brasileira Infantil Feminina. O treinador está em Saquarema (RJ) e ainda não tem previsão de chegada a Uberlândia.

Uma resposta a Spencer Lee se despede do Banana Boat/Praia Clube

  1. CHAPISCO FRENTE E VERSO disse:

    SPENCER LEE já vai tarde, tinha time e patrocinador mas o time era mal treinado de jogadoras que chegava na hora H tremiam todas, só em UBERLÂNDIA mesmo para esse infeliz ficar mais de 6 anos no comando e FRACO E INCOMPETENTE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *