Alunos se entusiasmam em primeiro contato com projeto Bombeiro na Escola

Bombeiros na escola (Foto: Araípedez Luz/ p10/ SECOM/ PMU)Olhinhos atentos e muita ansiedade. Foi assim que as crianças do 5º ano da Escola Municipal Professora Irene Monteiro Jorge, no bairro Morumbi, ficaram ao receber as equipes da Secretaria Municipal Antidrogas e de Defesa Social e do Corpo de Bombeiros, no primeiro dia do projeto Bombeiro na Escola.

O projeto é uma parceria da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Antidrogas e de Defesa Social, com o 5º Batalhão de Bombeiros Militar. Durante o ano, cinco escolas municipais vão participar do projeto, que irá formar mil alunos.

Yalissom Félix, 10 anos, estava eufórico com a chegada do pessoal. Para ele, o futuro já está definido. “Quero ser bombeiro, ajudar as pessoas, trabalhar para o bem de quem precisa e ser muito forte. Sei que nesse tempo aqui na escola vou aprender coisas muito importantes como cidadania, prevenção de acidentes e outras coisas”, disse.

Bombeiros na escola (Foto: Araípedez Luz/ p10/ SECOM/ PMU)O entusiasmo contagiou a turma. A chegada do mascote da Secretaria Antidrogas, “Leozinho”, animou ainda mais a criançada. Marcela Alves Sousa Santos, 10 anos, não se continha de tanta emoção. “Quero aprender tudo para poder ajudar em casa, nos locais onde eu estiver. Vou ficar sempre alerta”, enfatizou.

As unidades que farão parte do projeto são: E.M. Hilda Leão Carneiro (Morumbi), E.M. do bairro Shopping Park, E.M. Odilon Custódio Pereira (Seringueiras), E.M. Dr. Joel Cupertino Rodrigues (Dom Almir) e E.M. Profª Irene Monteiro Jorge (Morumbi). O convênio foi assinado no ano passado e tem ainda a participação da Secretaria de Educação.

De acordo com a secretária Antidrogas e de Defesa Social, Flávia Carvalho, o projeto possibilita às crianças se transformarem em multiplicadores de ações básicas e que podem fazer muita diferença.

Os encontros vão acontecer uma vez por semana totalizando quatro por mês. De acordo com a tenente dos Bombeiros Débora Brandão, os alunos terão aulas teóricas e atividades práticas, mas para participar é preciso ser assíduo e ter bom desempenho na escola. Ao término do curso, os estudantes receberão diploma e haverá a festividade de formatura.

A proposta é levar aos alunos do 5º ao 9º ano noções de prevenção e como agir em casos de acidente, afogamento, incêndio, além de educar quanto às formas corretas de circulação em vias públicas, uso do cerol, prevenção de acidentes do trânsito e meio ambiente.

Como funciona

O projeto vai funcionar através de visitas da equipe do Corpo de Bombeiros nas escolas com a realização de palestras, demonstrações práticas e a distribuição de cartilhas educativas. Em um segundo momento, os alunos é que irão visitar o Batalhão dos Bombeiros para conhecer de perto a realidade desses profissionais.

Ações preventivas de vistorias já são desenvolvidas pelas Auto Patrulhas de Prevenção (APP) no intuito de ensinar e educar a sociedade. De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros, Tenente-Coronel Itamar Caetano,  a prevenção através de ações pedagógicas com as crianças e adolescentes é o caminho para formar adultos responsáveis.

Fonte: Prefeitura de Uberlândia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *