Piracema – Homem é preso com 75 quilos de pescados

Peixes apreendidos piracemaUm homem foi preso na tarde de 3 de fevereiro suspeito de comercializar pescados de forma clandestina no bairro Canaã, setor Oeste de Uberlândia. Foram apreendidos 75 quilos de peixes, sendo 73 quilos de Tilápia e três de Mandi.

A Polícia Militar de Meio Ambiente chegou até Isaías Ferreira, de 51 anos, após perceber uma placa anunciando venda de peixes na rua Emílio Fad. Durante a abordagem, o autor não apresentou nota fiscal do pescado, nem a Declaração de Estoque no Instituto Estadual de Florestas (IEF).

Segundo o sargento Luiz Lopes, Isaías disse que comprou o pescado em um local perto da ponte Quinca Mariano, a 100 quilômetros de Uberlândia, que divide os estados de Minas Gerais e Goiás. “Por estar em bom estado de conservação, os peixes serão doados a uma instituição filantrópica”, afirmou o sargento. Peixes da espécie Mandi não podem ser pescados nessa época de piracema que vai até o dia 28 deste mês.

2 respostas a Piracema – Homem é preso com 75 quilos de pescados

  1. jefferson disse:

    TANTO BANDIDO PRA PEGAR, VAI PEGA UM COITADO QUE ESTAVA PEGANDO UMS PEIXES, ESSE É NOSSO BRASIL, ONDE TRABALHADOR VAI PRESO E BANDIDO FICA SOLTO DESFILANDO

  2. LUCAS disse:

    Jefferson, me desculpe. Mas vc é um brincalhão. O fato de uma pessoa estar trabalhando não significa que seu trabalho deve se sobrepor às regras. Se é ilegal, tem que ser punido. Ademais, como sabemos os peixes da espécie tilápia podem ser comercializados nesse período “defeso”, porém o “comerciante” deve ao menos resguardar seu negócio documentalmente. De certo vc não pesca, não conhece essa realidade, de que lamentavelmente, os peixes estão diminuindo sensivelmente. Vá pescar e veja, mas cuidado para não confundir a pescaria com “trabalho”. Convenhamos, tenho que concordar com vc, há muitos bandidos soltos, mas esses são um caso a parte, caso de segurança pública, que convenhamos, defasadíssima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *