Esteticista orienta quanto a causas e cuidados para acne

acneO excesso de oleosidade, cravos e espinhas chega junto com a adolescência. Durante a gestação a pele também fica acneica, além disso, em qualquer idade a acne pode incomodar especialmente quando a ansiedade se torna presente e agrava ainda mais a situação. Mas o problema tem solução, confira as dicas da esteticista Marta Foppa.

Principais causas

Considerada uma doença associada a vários fatores, a acne é mais comum na adolescência, devido às intensas mudanças hormonais. A predisposição genética, o uso de alguns medicamentos e suplementos, ovários policísticos e ansiedade, também podem estimular seu aparecimento.

Por volta dos 30 anos, às disfunções hormonais são as principais causadoras da acne tardia, nesta faixa etária o estresse também aparece como desencadeador da doença. A esteticista Marta Foppa conta que existe ainda a acne cosmética, causada pelo uso inadequado de produtos que obstruem os poros. “Mas de maneira geral o problema é bem controlado por meio de dermocosméticos adequados”, assegura.

Alguns cuidados

Para quem tem pele oleosa o ideal é promover o cuidado diário e efetivo, minimizando as imperfeições sem ressecar. Ela orienta que se deve lavar a pele duas vezes ao dia – pela manhã e à noite, com produtos específicos contra a acne. “É a quantidade adequada, mais que isso a pele pode tornar-se oleosa por um efeito reativo em devolver a proteção natural”, comenta.

Durante o período menstrual as alterações hormonais também causam o aparecimento, “nesse caso, uma limpeza de pele realizada com esteticista de confiança pode ajudar na prevenção e na remoção dos cravos, pois evita que os poros fiquem obstruídos”, explica. Vale lembrar que a higienização da pele deve ser feita diariamente e não pode se esquecer de remover a maquiagem.

É indicado procurar um dermatologista para avaliação da pele, especialmente se as espinhas inflamarem. Em caso de acne leve, sem inflamação, a limpeza diária, esfoliação, hidratação e proteção solar são suficientes. Nas situações de acne inflamatória (graus II, III ou IV), o médico avaliará o tratamento mais adequado que, normalmente, combina diferentes procedimentos, incluindo, até mesmo, produtos de uso oral.

Cristiane Guimarães – Kompleta Comunicação

Fonte: Adcos Cosmética

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *