Consultas rotineiras ao oftalmologista podem prevenir danos maiores

Consultas rotineiras ao oftalmologista podem prevenir danos maioresA cada cinco segundos uma pessoa fica cega no mundo e, cada minuto, uma criança. Esses são os dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO).

Perceber as cores, enxergar as pessoas que amamos e realizar tarefas simples e corriqueiras do dia a dia são algumas das boas sensações que a visão nos proporciona. Em recente pesquisa realizada pelo Ibope, no Brasil, um terço da população acima de 16 anos nunca foi ao oftalmologista. O número da pesquisa alerta para o desconhecimento de doenças como o glaucoma, uma das principais patologias consideradas preveníveis e/ou tratáveis, sendo a segunda causa de cegueira no mundo. Cerca 65 milhões de pessoas tem glaucoma e, a cada ano, surgem mais 2,4 milhões de casos, ficando atrás somente da catarata (46%), de acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), apontam que somente no Brasil existam 1,1 milhão de cegos, sendo que 75% da cegueira no mundo resultam de causas preveníveis e/ou tratáveis.

Segundo o oftalmologista do HCO, Marcelo Santos, quando é feita a prevenção e o acompanhamento médico periódico do paciente pode-se evitar muitos problemas. “Visitar regularmente o médico é algo fundamental para a saúde e o bem-estar. Nas consultas rotineiras se consegue prevenir danos maiores. Muitas pessoas têm o pensamento errado de procurar ajuda médica somente quando estão com algum problema”, explica Marcelo.

No Dia Mundial da Saúde Ocular, 10 de julho, que tal agendar aquela consulta com o seu oftalmologista? Confira algumas dicas deixadas pelo oftalmologista.

•Consultas – Procure um oftalmologista pelo menos uma vez ao ano. Dessa forma você previne problemas futuros.

•Alimentação – Ter uma alimentação rica em antioxidantes ajuda na prevenção de doenças como a degeneração macular relacionada à idade.

•Higiene – Cuidados básicos como higiene pessoal e evitar manusear os olhos podem evitar a transmissão de doenças como as conjuntivites. Mantenha as mãos sempre limpas.

•Cosméticos – Fique atento aos produtos utilizados. Caso causem irritação deixe de usá-los e procure um médico.

•Trabalho – É comum durante o trabalho as pessoas ficarem longos períodos em frente ao computador e em ambientes com ar condicionado. Dê intervalos, descanse os olhos e pisque mais.

•Automedicação – Não use colírios sem indicação médica.

•Demais cuidados – Fazer pré-natal e imunização de doenças como o sarampo e a rubéola evitam sérios acometimentos da retina.

Serifa Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *