Bebês precisam de cuidados visuais logo após o nascimento

teste do olhinhoIdentificar algum problema visual em bebês e crianças não é tarefa fácil para os pais. Geralmente, somente quando as crianças começam a apresentar sintomas como dores de cabeça e dificuldades no aprendizado é que os pais percebem que algo está errado.

A oftalmologista do HCO, Roberta Abdulmassih, alerta que as crianças devem ser levadas ao oftalmologista logo ao nascer. “Os recém-nascidos podem fazer o teste do olhinho ou teste do reflexo vermelho, como é mais conhecido, antes mesmo de saírem da maternidade. Mas devem fazê-lo na primeira semana de vida. O teste pode diagnosticar e prevenir doenças como traumas de parto, retinopatia da prematuridade, retinoblastoma, catarata congênita, infecções e até a cegueira”,explica a médica.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica – SBOP, mais de 50% dos recém-nascidos só tem a alteração descoberta quando estão cegos ou quase cegos para o resto da vida. Ainda de acordo com a SBOP, 80% da cegueira infantil mundial poderia ser evitada, sendo 60% curável e 20% preveníveis.

Dados da Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira, a IAPB (International Agency for Prevention of Blindness) apontam que existam 1,4 milhões de crianças cegas no mundo e que 500 mil crianças ficam cegas a cada ano, quase uma por minuto. Somente no Brasil, patologias visuais que poderiam ser evitadas ou tratadas se diagnosticadas precocemente são a causa da cegueira em aproximadamente de 33 mil crianças.

Teste do olhinho

A oftalmologista explica que o teste do olhinho é simples e não dói. “Ele é feito por meio de um aparelho que emite uma fonte de luz, assim o médico pode examinar o reflexo que vem das pupilas. Se a criança tiver uma visão saudável, quando a luz atingir a retina, os olhos vão refletir tons em vermelho, laranja ou amarelo”, explica a Roberta Abdulmassih.

A especialista ainda alerta que os pais devem levar os filhos pelo menos uma vez ao ano no oftalmologista, até completarem 7 anos. “A visão se desenvolve principalmente nos 12 primeiros meses de vida. Aos 7 anos já definimos a visão em termos de desenvolvimento, por isso é fundamental, que as crianças tenham uma acompanhamento oftalmológico adequado para que não tenham sequelas permanentes”, ressalta.

Serifa Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *