Caso Dyenifer completa 4 anos e promotor conversa com a família

Quatro anos se passaram da morte e esquartejamento da adolescente Dyenifer Aparecida Costa Santos e a família ainda espera justiça. O promotor de justiça Sílvio Fausto conversou neste domingo (5) com a família sobre o processo que ainda está em andamento no Fórum, apesar da condenação de Efigênia Guimarães Pena Balbino da Silva e Luismar Balbino da Silva. Eles foram condenados por ajudar na morte da menina.

De acordo com o promotor Sílvio Fausto, o processo não está parado e em breve a justiça será feita.

O caso da menina assassinada aos 12 anos, chocou Uberlândia e ficou conhecido em todo o Brasil. A garota foi morta, queimada e esquartejada. As partes do corpo dela foram encontradas em vários lugares de Uberlândia, como numa caçamba na Rodoviária Castello Branco, no zoológico do Parque do Sabiá e em um aterro sanitário.

Efigênia segue calada e não contou para o tribunal se existe uma terceira pessoa na morte da jovem. A suspeita é de que o assassinato tenha sido um ritual de magia negra. O assassino ainda é uma incógnita para a justiça.

No bairro Jardim Europa, em Uberlândia, uma rua recebeu o nome Dyenifer Aparecida Costa Santos.

2 respostas a Caso Dyenifer completa 4 anos e promotor conversa com a família

  1. Nunes disse:

    Porque a Efigênia, principal acusada do crime não foi julgada até hoje????????Será que tem haver com a irmã da mesma que é juiza e está mexendo os pauzinhos………………será??????????????

  2. carlos disse:

    então pode ter certesa q a juiza não ta mexendo os pauzinhos não e a madereira inteira consertesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *