Homem morre atingido pela árvore que acabava de cortar

O operador de motosserra Divino Eustáquio da Silva, de 52 anos, teve esmagamento de crânio

Um operador de motosserra morreu nesta quinta-feira (21) em Patos de Minas ao ser atingido pelo tronco de um eucalipto que tinha acabado de cortar. Ele sofreu esmagamento de crânio e não teve tempo de ser socorrido. Peritos da Polícia Civil estiveram no local e vão investigar as circunstâncias do incidente.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta de 8h desta manhã. A fazenda Gavião fica na região de Baixadinha, a cerca de 8 quilômetros da cidade e o socorro chegou rápido, mas já não tinha mais o que fazer. Divino Eustáquio da Silva, de 52 anos, teve ferimentos graves na cabeça e morreu no local.

Divino trabalhava na Fazenda Gavião desde o mês de setembro fazendo o corte de uma lavoura de 9 hectares de eucalipto.  Ele chegou a ficar afastado por causa de um problema no joelho, mas retornou e estava finalizando o trabalho. Nesta quinta-feira (21), ele começou cedo e cortou apenas uma árvore.

O senhor Sebastião Paulo Ferreira trabalha junto com o senhor Divino. Ele disse que trabalhava na outra ponta da lavoura e que estranhou quando a motosserra parou de funcionar. Sebastião foi ver o que tinha acontecido e quando chegou ao local encontrou Divino caído em meio a madeira. “Eu conversei com ele, mas ele só mexeu com a boca e parou”, informou o companheiro de trabalho.

A área onde o corpo se encontrava foi isolada. Divino estava com o pé entre dois troncos de madeira. A motosserra foi deixada do lado. Os peritos vão tentar descobrir como o acidente aconteceu. A suspeita é de que o eucalipto cortado tenha ficado preso em outras árvores e quando o senhor Divino descuidou a árvore desceu de uma vez, não dando tempo para evitar a tragédia.

Os proprietários da Fazenda Gavião informaram que toda a lavoura de eucalipto foi vendida para uma fábrica de rações em Patos de Minas e o que o corte foi terceirizado.

Maurício Rocha/Patos Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *