Aumenta o número de mulheres que engravidam após os 30

“Foi uma gestação melhor, muito mais tranquila. Não tive problemas de pressão, e engordei bem menos em comparação a gravidez dos meus outros filhos” afirma Wilma (48) mãe de Camila de 5 meses

“Foi tranquila" afirma Wilma (48) mãe de Camila de cinco meses de idade.

A média de mulheres que estão tendo filhos depois dos 30 anos tem crescido nos últimos anos. Segundo estudos feitos pelo Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a carreira profissional e a vida estressante têm adiado os planos da maternidade.

De acordo com o Censo, em Uberlândia, mais de 2.600 crianças nascidas no ano de 2010 são de mulheres com mais de 30 anos. O ano de 2006 esses números não passavam de 2.000 nascimentos.

A médica obstetra, Tamara Mendes de Barros afirma que a gestação depois dos 30 não é mais um grande risco para a saúde como há algumas décadas, mas ainda exige cuidados e planejamento. “Com os cuidados adequados e seguindo as orientações tem como ter uma gravidez tranquila e com o bebê saudável.”

Wilma Maria Peixoto, de 48 anos, teve há pouco mais de cinco meses a Camila, e segundo ela foi uma ótima gravidez. “Foi uma gestação melhor, muito mais tranquila. Não tive problemas de pressão, e engordei bem menos em comparação a gravidez dos meus outros filhos” afirmou.

Com as mulheres tendo filhos cada vez mais tarde, a taxa de fecundidade no Brasil caiu. Ainda de acordo com o Censo, no ano 2000 cada mulher tinha em média 2,2 filhos, já em 2006 esse número caiu para 1,7 por mulher.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *