Briga entre dois vizinhos quase acaba em homicídio

Donizete, à esquerda, disse que Gilberto estaria aliciando a filha dele, de apenas 7 anos

Uma briga entre dois vizinhos, residentes no bairro Morada Nova, em Uberlândia, quase terminou em homicídio, na noite de terça-feira (9). Um deles armado com uma garrucha, disse que foi atingido pelo outro com uma coronhada de pistola automática. O motivo seria porque o dono da garrucha estaria aliciando a filha do vizinho, de apenas sete anos.

De acordo com o soldado Marco Aurélio Venâncio, da PM, a criança confirmou em depoimento que Gilberto Garcia Rocha, de 65 anos, estava proferindo palavras de cunho sexual com ela, com certa frequência. O pai, o funileiro Donizete Gonçalves dos Santos, de 47 anos, desconfiou do homem.

“Ele só queria ficar perto as meninas. Esses tempos pra trás ele começou a mexer com minha filha. Eu até desconfiei e falei com minha mulher pra ficar de olho, porque tinha algo errado. E ai a menina falou que era verdade”, disse Donizete.

“Eu tava cuidando dos cabritos que ela veio com ele, e ele me acertou com um metal na cabeça. Ele tava armado com uma automática”, afirmou Gilberto.

Donizete e Gilberto entraram em luta corporal e segundo os relatos dos envolvidos, ambos teriam se armado. A pistola mencionada pelo suspeito de aliciamento não foi encontrada na casa do pai da criança.

Gilberto Rocha foi preso por porte ilegal de arma e lesão corporal, e Donizete pelo último crime.

O caso foi encaminhado ao Conselho Tutelar.

Uma resposta a Briga entre dois vizinhos quase acaba em homicídio

  1. Hudson disse:

    esse vagabundo não vai ficar preso por aliciação de menores não?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *