Clareamento dental – Riscos e benefícios!

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Assim como temos cores diferentes de cabelo e pele, as pessoas também têm coloração diferente dos dentes. Muitos desejam um sorriso com dentes brancos! Porém é muito importante saber de que maneira o clareamento dental pode trazer o benefício esperado com o menor risco possível.

A cor natural dos dentes pode ser alterada por muitos fatores: 

Processo natural de envelhecimento; uso de tabaco (fumar ou mascar), café, chá ou vinho tinto; ingestão de alimentos pigmentados; acúmulo de placa ou depósitos de tártaro e traumatismos dentários.

Motivos que levam as pessoas a clarear seus dentes:

Busca por maior segurança e autoestima como resultado de um sorriso mais bonito; aparência mais jovem; participação em evento especial; causar uma primeira impressão positiva ou simplesmente para reverter os anos de manchamento e amarelamento diários.

Técnicas utilizadas para clareamento dental:

moldeiraMoldeiras Individuais: Deve ser realizada somente sob orientação e acompanhamento de um Dentista! O próprio cliente aplica a substância clareadora, através de uma moldeira plástica individual. Indicado para quem não precisa de um efeito imediato, pois leva de 4 a 5 semanas para conclusão, com a aplicação diária.

laserAplicação de LED (Laser): O clareamento é feito somente no consultório. Após a proteção da gengiva, coloca-se o gel clareador e aplica-se a Laser sobre os dentes. Esta técnica tem a vantagem de obter excelentes resultados em curto espaço de tempo. Exige do profissional experiência e cuidados especiais tanto com os tecidos da boca, quanto a si próprio e sua equipe. Essa tecnologia ativa e acelera o processo, deixando, em alguns casos, o sorriso mais branco em apenas uma sessão.

Clareamento Misto: É a técnica de clareamento dental que une a vantagem do efeito imediato da aplicação de Laser no consultório e a complementação com a utilização em casa, das moldeiras individuais, obtendo um ótimo resultado por longo período.

Independentemente da técnica, a aplicação do peróxido de hidrogênio (água oxigenada) – única substância clareadora de dentes – requer a proteção da mucosa gengival e do colo dentário, durante a utilização e a completa aspiração após o uso, para evitar que seja engolida.

Sabe-se que o peróxido de hidrogênio não é um iniciador da carcinogênese bucal química, mas é um cocarcinogênico, ou seja, um agente promotor que pode induzir a proliferação de células que sofreram mutação por outros agentes carcinogênicos que atuaram sobre elas, levando ao aparecimento de um neoplasia maligna epitelial na boca.

Quando o clareamento é realizado no consultório pelo Dentista ou em casa, sob sua orientação, controla-se a quantidade, o tempo e a frequência de uso do agente clareador.

O efeito dessa substância é controlado e monitorado dentro de regras de segurança biológica, com menor possibilidade de dano às estruturas dentárias e bucais.

O clareamento dental quando corretamente indicado e supervisionado por um Dentista, não traz malefício algum à saúde. O sucesso deste procedimento está na avaliação detalhada e individualizada para identificação dos fatores de “amarelamento” dos dentes e na utilização correta da técnica. Clarear os dentes sim, mas com segurança biológica!

Fontes:

http://www.novelloodontologia.com.br/clareamento/

Consolaro A. Fitas adesivas, “Vanish e técnica clareadora caseira: aspectos importantes a serem considerados. Ver. Dental Press Estét. 2013 jan-mar;10(1)58-63.

Dr. Alexandre V. Fernandes – CRO-MG: 12.398
Mestre em Estomatologia
Mestre e doutor em Cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial
Responsável técnico da Primer Odontocenter

coluna.saudebucal

Sobre Coluna Saúde Bucal

Dr. Alexandre Vieira Fernandes graduou-se em Odontologia pela Universidade Federal de Uberlândia em dezembro de 1985. É mestre e doutor em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial e mestre em Estomatologia pela UNESP - Araçatuba. Atuou como pesquisador pelo CNPq na área de CTBMF e como professor do curso de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente é docente de Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-facial do Curso de Odontologia da UNITRI. Diretor presidente da Primer Odontocenter - www.primerodontocenter.com.br

Uma resposta a Clareamento dental – Riscos e benefícios!

  1. rosineide disse:

    uso o clareamento caseiro recomendado pelo meu dentista, posso usar os dois moldes na mesma hora?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *